Seja Sócio

  • Sobre a Apece

Estomaterapia em Portugal

A história da Estomaterapia em Portugal está inteiramente ligada às primeiras consultas de enfermagem de Estomaterapia, que surgiram em 1991 e foram regulamentadas pelo Despacho do Ministério da Saúde, de 24 de fevereiro de 1995, do, então Ministro da Saúde, que definiu a criação de “atendimento de Enfermagem em Estomaterapia”, as consultas  e como prioridade, a formação na área. 

Com objetivo a agregar os interesses dos enfermeiros nesta área foi formada a Associação Portuguesa de Enfermeiros de Cuidados em Estomaterapia (APECE) em janeiro de 2005. 

A criação de valor em Estomaterapia passa cada vez mais pela participação ativa dos enfermeiros de Estomaterapia nos processos assistenciais multiprofissionais, adaptados a cada contexto e às necessidades e expetativas de cada pessoa com ostomia.

A Apece, na sua missão de promover o desenvolvimento da Estomaterapia, reconhece que o desafio para o futuro passa também pelas instituições de saúde apostarem na diferenciação dos seus recursos e considerarem na sua gestão auditarem, nos diferentes serviços, os critérios de competências acrescidas avançadas e diferenciadas, a existência de recursos certificados em Estomaterapia e o impacto desses recursos na qualidade dos cuidados e da formação em Estomaterapia. A aposta em processos de melhoria contínua, parcerias, benchmarking e avaliação de resultados sensíveis à prática da enfermagem de Estomaterapia é o incentivo necessário para que cada vez mais os enfermeiros invistam no seu desenvolvimento profissional na área da Estomaterapia e que, num futuro, esse investimento e essa diferenciação se traduzam em cuidados em Estomaterapia de qualidade, transversais a toda a população. 

Adaptado de Santos IMRMA, Silva CR (2022) Contexto histórico da estomaterapia em Portugal. ESTIMA, Braz. J. Enterostomal Ther., 16: e0622. https://doi.org/10.30886/estima.v20.1235_PThttps://doi.org/10.30886/estima.v20.1235_PT

Patrocinadores