Plano de Acção

Triénio 2021-2023

1.

Contribuir para o desenvolvimento de estudos e investigação em Estomaterapia ao nível nacional e internacional. Desenvolver parcerias com pessoas singulares e coletivas e instituições na criação de redes de recursos para a investigação.

– Criar o Núcleo De Estudos E Investigação Em Estomaterapia;

– Promover/Participar em projetos de investigação e estudos em Estomaterapia,

– Desenvolver investigação que permita sustentar ou melhorar a qualidade dos cuidados à pessoa com ostomia,

– Apoiar o desenvolvimento de projetos de investigação em Estomaterapia apresentados pelos associados;

– Produzir orientações para a prática clínica com base na evidência científica disponível contribuindo para uma mudança da prática baseada em tradição, rituais e tarefas para uma prática reflexiva baseada em conhecimento científico.

2.

Contribuir para o desenvolvimento profissional dos enfermeiros de cuidados em Estomaterapia, com a realização de atividades de educativas e formativas nos diferentes contextos e em diferentes níveis de diferenciação (base, avançada e académica) no percurso de aquisição de competências em Estomaterapia.

– Criar o Núcleo De Educação Em Estomaterapia;

– Promover o reforço de formação académica credenciada, como parte do processo de competência em Estomaterapia,

– Patrocinar, desenvolver e participar em atividades formativas de discussão de prática avançada em Estomaterapia;

– Promover/participar em cursos, workshops de formação base em Estomaterapia;

– Otimizar o programa de núcleos regionais ao nível nacional.

– Criação da Bolsa Isabel Morais

Eixo 3

Contribuir para a dignificação e valorização do exercício profissional em Estomaterapia, através de publicações /comunicações em eventos, meios de comunicação e redes sociais.

– Criar o Núcleo de comunicação e publicação da APECE

– Contribuir para a melhoria da qualidade de cuidados através da edição e divulgação de guias de procedimentos, normas e guidelines.

– Divulgar juntos dos seus associados ferramentas de apoio ao exercício profissional em Estomaterapia.

– Participar em eventos, programas e atividades que contribuam para a promoção da qualidade dos cuidados dos enfermeiros de cuidados em Estomaterapia,

– Participar em encontros científicos nacionais e internacionais divulgando boas práticas em Estomaterapia,

– Organizar anualmente o Congresso Nacional de Estomaterapia APECE;

4.

Garantir estratégias de sustentabilidade interna e externa da associação contribuindo para a sua visibilidade nacional e internacional na promoção da enfermagem em Estomaterapia.

–  Participar em processos de regulação da atividade desenvolvida pelos enfermeiros de Estomaterapia;

– Intervir junto de associações, entidades reguladoras e poder político a nível nacional e internacional (parametrização Informática, Prescrição de dispositivos de ostomia, Competências acrescidas);

– Promover circuitos e auditorias internas e externas de acordo com a política de privacidade de dados

– Criar a entidade Conselho Consultivo dentro da APECE,

–  Manter a nomeação dos delegados internacionais junto das instituições de relevância internacional como o WCET e ECET e fortalecer ligações com as mesmas.

 

 

 

Triénio 2014 – 2016

Os candidatos à eleição para os órgãos Sociais da APECE para o triénio 2014- 2016 apresentam o seu Plano de Acão aos Membros da Associação Portuguesa de Enfermeiros de Cuidados em Estomaterapia (APECE), nomeadamente:

  1. Consolidar a sua intervenção pela representação dos Enfermeiros que prestam cuidados em Estomaterapia através da realização de Encontros/Jornadas/Workshops anuais;
  2. Elaborar uma rede de informação sobre atualidade dos trabalhos científicos;proporcionar aos sócios conhecimento do estado da arte em relação à estomaterapia, divulgação da produção científica nacional de mestrados e doutoramentos, incentivar os investigadores a consultar o site e informar as Universidades através dos orientadores;
  3. Reforçar a parceria com a Ordem dos Enfermeiros para a conclusão e publicação do “Guia orientador de boa prática em estomaterapia – cuidar da pessoa com ostomia de eliminação/ família” com o objetivo de padronizar atitudes e colaborar na parametrização das intervenções à Pessoa com ostomia no desenvolvimento de uma plataforma nacional;
  4. Implementar o Estudo de Investigação de Prevalência das lesões periestomal, projeto desenvolvido inicialmente nas consultas de estomaterapia onde os órgãos Sociais exercem funções.
  5. Apresentar proposta de acreditação como Entidade Formativa a nível Nacional.
  6. Organizar CICLOS de Workshops Regionais
    – Workshops temáticos certificados pela APECE, replicados em três regiões distintas do Pais com o objetivo de divulgação e uniformização de boas práticas de cuidados em estomaterapia;
    – Regularidade semestral;
    – Destinatários – Enfermeiros;
    – Seleção de candidatos – periocidade de associados com as quotas em dia;
    – Ciclo 1- Outubro de 2014 – Intervenção da Estomaterapia na Maceração da Pele Periestomal – Estado de Arte;
    – Ciclo 2 – Abril 2015 – CIPE Registos em Estomaterapia –  da pática à uniformização.
  7. Manter a participação da APECE no Fórum Nacional das Organizações Profissionais de Enfermeiros (FNOPE).
Atividade Internacional
  • Desenvolver e apresentar um projeto de Formação em Estomaterapia na Associação Mundial de Enfermeiros Estomaterapêutas (Word Council of Enterostomal Therapists –  WCET)
  • Participar em encontros internacionais e mundiais promovendo a Associação Portuguesa de Enfermeiros de Cuidados em Estomaterapia e dando a conhecer a sua atividade e representatividade.

 

Patrocínios
todos os direitos reservados © apece — Associação Portuguesa de Enfermeiros de Cuidados em Estomaterapia
desenvolvido por HortelãMagenta